Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Crianças que não falam

por ana, em 26.06.08
Sei que há um livro sobre este assunto. Não o li. O post Nim do Tacci ocupou hoje, entre os afazeres do dia a dia, o meu pensamento. O comentário imediato foi este.

Os problemas de linguagem nas crianças são uma coisa que procuro tentar compreender Conheci gémeos que criaram uma linguagem própria entre eles. Todos diziam que não falavam, andaram em consultas de otorrino com suspeita de surdez, aulas de terapia de fala. Criaram um linguagem que só eles compreendiam, num quotidiano um bocado confuso. Foi, quanto a mim, uma defesa. Bastou proporcionar-lhes um lugar sem discussões, por isso, para eles, seguro, um lugar tranquilo ( com revoadas claro, que a tranquilidade não tem nada a ver com não-emoções) e no caso particular, (gémeos verdadeiros), separá-los de sala, para que começassem a dialogar com os outros.

O mais curioso é que agora, já jovens adultos, continuam a usar a linguagem cifrada quando se sentem tristes. (ou, ai...ai, não querem que a família perceba o que estão a dizer...)

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

De laura12 a 22.11.2009 às 06:41

A cada tombo, arranhões e choro que duram uma hora e com frequencia é que a minha filhinha Laura de quatro anos resolve não falar.
Ela é uma menina super sadia e ativa!, demonstra ser cativante e feliz como quaquer outra criãnça!.
sempre falou até pelo menos uns seis meses atráz.
levei ela para fazerterapias com o piscologo ,fono e otorrino seguidos por dias após outro.
após uma semana ela percebeu as pressões e falou.
A dois meses atráz ela caiu e se machucou no joelho , chorou muito de ficar cançada.
Naquele momento após esse tombo ,percebi que ela voltou a trancar a vóz, então corri para o fono que me encaminhou ao piscólogo .
expliquei o acontecimento e me lembrei que antes de ela começar a ficar sem falar na primeira vez ela tambem havia chorado muito ,pois não concegui o que tanto desejava ; O PEITO PARA MAMAR!.
Só que os dias estão passando e chego a penssar que ela precisa de um lugar especial para tratamento.
Estou deprimida , choro muito e perco o sono.
As consultas estão longas e algumas vezes existem perguntas que me fazem sentir constrangida,pois sei que eu dou de tudo que tenho de mim.
Sou uma mãe responssável , levo a escola, ajudou com os deveres e controlo até mesmo os horários de durmir e acima de tudo eu tenho amor para ela em ecesso!
Fico me perguntando porque a terapia tem de me fazer sentir assim?.
estou aumentando a minha atenção sobre ela e já não trabalho mais ,pois a babá foi embora e aqui não para nenhuma para cuidar dela.
A familia critíca e põe muita pressão, fala o que eu já sei e resolve insistir, então porque não ajuda?.
Me lembro de quando eu chorei pela ultima vez, senti que estáva exausta ,pois havia perdido as esperãnças e que talvez eu teria que me conformar se ela não falar nunca mais, se eu iria ter que aprender aquelas linguagens entre dedos e mímicas.
Ela enxugou as minhas lágrimas com o lençol da cama e me abraçou!.
Por que ela faz isso? ,por que essas consultas de terápia demoram tanto?.
Nossa isso dói em mim!, estou sofrendo!.
O que faz uma criãnça de quatro aninhos e meio reagir assim?
me ajudem enviando e-mail caso conheçam essa situação jamilaribeiro@hotmail.com
Um abraço e torção por mim!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D